Visto para Portugal: Saiba quais são e como solicitar o seu!

Tempo de leitura: 5 minutos

Visto para Portugal: Saiba quais são e como solicitar o seu!
Rate this post

Você está planejando aquela viagem faz um tempo, mas ainda se encontra preocupado a respeito do visto para Portugal? Fique tranquilo, não será necessário um visto de turismo seguir uma viagem para Portugal.

De forma diferente de países como Canadá e Estados Unidos, em Portugal não é necessário fazer o pedido de visto para viagens de turismo de até 90 dias de permanência.

Precisa de ajuda para ir morar em Portugal? Nós iremos te ajudar, nesta matéria explicamos o passo a passo necessário para morar neste país tão abundante e seguro.

Para que você possa fazer uma viagem turística para Portugal, será apenas necessário um seguro saúde para viagens internacionais, podendo ser público ou particular, além disso você somente precisará de um passaporte dentro da validade, logicamente.

Agora caso você se apaixone pelo país, logo abaixo iremos mostrar alguns tipos de visto para você que decidiu viver em Portugal.

como tirar o visto para morar em Portugal

Veja alguns dos tipos de visto para Portugal

Visto de Estágio ou Estudo

Nesta etapa, o primeiro passo é ter um comprovante de matrícula ou um termo chamado de “aceite” da sua universidade atual. Caso você queira, é possível fazer inclusive um intercâmbio durante a faculdade, você não precisa fazer todo o curso fora do seu país de origem, se não quiser. Existe um programa chamado Erasmus, que normalmente tem duração de 6 meses, possui diversos vínculos com faculdades brasileiras, facilitando assim a solicitação de intercâmbio.

O bacana de Portugal é que nativos do país possuem o mesmo idioma que nosso, facilitando assim a adaptação.

Como este é um tipo de visto focado para quem quer estudar durante um período em Portugal, será possível também fazer Mestrado, Doutorado ou um MBA, com esse visto.

Para conseguir tirar este tipo de visto para Portugal, algumas etapas são necessárias, uma delas é ter uma comprovação de renda, eles precisam saber se você conseguirá se manter no país durante o período dos estudos.

Outro detalhe que você precisa ficar atento, é a necessidade de um passaporte com validade superior ao período da que você ficará no país.

Veja também o nossa matéria que vai te ajudar, caso você queira morar em Lisboa: saiba agora mesmo, as 5 principais dicas para quem vai morar em Lisboa!

Visto de Trabalho

Para que um brasileiro queira trabalhar em Portugal (mesmo que ainda more no Brasil) será necessária uma carta da empresa que irá contratá-lo.

Existe um processo um pouco burocrático depois dessa solicitação, porque a empresa que pretende contratá-lo precisa divulgar a vaga publicamente, caso após um período de 30 dias nenhum residente português suprir a ausência deste cargo, será feito o convite em contrato, e o profissional estrangeiro ou seja um brasileiro, neste caso, poderá suprir a vaga disponível.

Depois que você recebe este documento, você conseguirá emitir o visto de trabalho para Portugal, você pode fazer isto no consulado português mais próximo da sua residência.

Aproveite e veja o passo a passo de como trabalhar em Portugal.

O que é o visto d2?

Caso você for abrir uma empresa ou negócio em Portugal, será possível conseguir o chamado “visto de empreendedor” ou também conhecido como Visto D2 Portugal. Você pode tanto solicitar no país europeu ou poderá também fazer esta solicitação ainda estando no Brasil.

Neste tipo de visto também será necessário:

  • Apresentar o projeto de abertura da empresa;
  • Apresentar os comprovantes de investimentos no país;
  • Certidão de antecedentes criminais;
  • Comprovação de renda (extratos bancários, declaração de imposto de renda etc…);
  • Ter um passaporte válido;

Golden Visa

Este tipo de visto foi criado especificamente para pessoas que façam uma quantidade significativa de investimentos no país.

Este tipo de visto  para Portugal é conseguido com uma frequência maior na compra de imóveis no país que sejam superiores a 500 mil euros.

Startup Visa

Agora em 2018 o governo português anunciou um novo visto, este visto tem como foco o público de pessoas que já possuem startups no Brasil e que tenham ideais inovadoras, logicamente que essas são pessoas que tem o intuito de se mudar para o país europeu.

Portugal tem o intuito com este visto, chamar empresas que consigam trazer um valor médio de 350 mil euros em até 3 anos ou que consiga ter um volume de rendimento total maior do que 500 mil euros por ano.

Visto de rendas próprias (Visto D7)

Quem se aposentou e gosta de Portugal, busca o país por conta da qualidade de vida.

O bacana deste visto é que ele não é burocrático, para conseguir emitir um visto D7 ou visto de rendas próprias é somente preciso conseguir se manter no país com sua própria aposentadoria ou quando o aposentado tem outras formas de investimento, independentemente disto o salário do aposentado deve ser no mínimo € 676,67.

Veja também esta matéria para se tonar legal em Portugal!

Você aposentado também poderá trazer a sua família, eles entram no chamado “agrupamento familiar” em todos os tipos de visto. Para que você consiga isto será necessário comprovar a sua renda, você tem que mostrar que pode manter essas pessoas da sua família que se mudarão para a nação portuguesa, depois é só dar entrada no SEF.

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta